FORA DE SÃO PAULO

Nos arredores de São Paulo há um mundo de opções de lazer para paulistanos e turistas que estão hospedados na capital. São Paulo tem praia? Não tem. Mas tem as represas Biilings e Guarapiranga com várias atrações em esportes náuticos. Você prefere praia de verdade? Pois saiba que apenas uma hora de estrada separa a capital da Baixada Santista, onde é possível aproveitar, por exemplo, as praias de Santos, Praia Grande e Guarujá. E tem mais: parques de diversão distantes 30 minutos,  o charme da vila inglesa de Paranapiacaba, a cultura de Embu das Artes...Conheça melhor o entorno da maior cidade brasileira!

Baixada Santista (Santos, Guarujá, Praia Grande)
asturias222.jpg

São Paulo não tem praia. Mas há boas praias bem pertinho da cidade, distante cerca de uma hora de viagem, casos de Santos, Guarujá e Praia Grande, entre outras – que integram a chamada Baixada Santista. A maior e mais estruturada cidade da região é Santos, que possui o maior porto latino-americano. Tem ótimas praias e é um grande ponto turístico do país. Tem estrutura para grandes eventos com um Centro de Convenções em perfeito estado, muitos hotéis e ótimos restaurantes. Bem próximo fica o Guarujá, com suas inúmeras e elegantes praias. Conhecida como a "Pérola do Atlântico" devido as suas belas praias e belezas naturais, é muito procurada pelos turistas na alta temporada. A cidade apresenta praias para todos os gostos: há as urbanizadas e algumas selvagens, acessíveis apenas por trilhas. O local também oferece visita a construções históricas e trilhas de ecoturismo, pesca artesanal, entre outras atividades. Finalmente, outra opção pertinho da capital é a Praia Grande, a cidade litorânea mais visitada do Brasil durante o verão. A cidade tem na sua orla marítima um belo calçadão com praças e coqueiros ao longo de sua extensão, quiosques padronizados com sanitários e chuveiros de uso público e conta também com uma ciclovia à beira mar, entre o calçadão e a avenida da orla, totalmente margeada por coqueiros e jardins gramados. Para as crianças também vale destacar o Aquário Municipal de Santos. Uma de suas atrações é o Tanque Oceânico, um reservatório de 5 metros de altura e 350 mil litros de água, que imita o fundo da costa brasileira, com a presença de tubarões-lixa, arraias, salemas, meros, robalos e caranhas. 

Represa de Guarapiranga
guarapiranga22222.jpg

A Represa de Guarapiranga, na verdade, fica dentro de São Paulo, perto do bairro de Interlagos. O local reúne opções de lazer para todos os gostos, com passeios de barco, lancha e a possibilidade de praticar e aprender windsurf, wakeboard, kitesurf, stand up padle e wakeboard, entre outros. Basta o sol aparecer acompanhado de bons ventos para o lugar ficar repleto de pessoas em busca de diversão e da prática de esportes aquáticos. Ao longo de seus 28 quilômetros de margens, estão instaladas unidades de clubes e escolas de esportes náuticos, além de parques, marinas particulares, bares e restaurantes.

Represa Billings
BILLINGS REPRES 222222.jpg

A Represa Billings foi construída em 1925 e é o maior espelho d’água da América do Sul. Cercada por densa vegetação, suas águas representam uma opção de lazer e turismo. As águas da represa são ótimas para a prática de esportes náuticos, como a vela e o windsurf. A pescaria é outra boa opção de lazer oferecida pela Billings e também em pesqueiros particulares espalhados pelas imediações. Com acesso pelo bairro do Riacho Grande, em São Bernardo do Campo, um dos destaques da região é a chamada “prainha”, que atende banhistas, praticantes de esportes náuticos e conta com restaurantes especializados em peixes. É nesta região que fica, também, o tradicional Parque Estoril, com pedalinhos, zoológico e gastronomia. Seus quiosques, que comportam de 20 a 220 pessoas, são procurados pelas famílias para piqueniques, festas de aniversário e confraternizações. Tudo isso faz parte do Polo Ecoturístico Caminhos do Mar, um lugar que combina paisagens e patrimônio ambiental histórico, cultural e tecnológico. Em meio à Mata Atlântica, declarada pela Unesco como Reserva da Biosfera, a antiga estrada de Santos é um pedaço importante da história brasileira. Justamente na Estrada Velha do Mar está um dos restaurantes mais tradicionais e charmosos da região, o Flutuante Netuno, fundado em 1976.

Vila de Paranapiacaba
paranapiacaba2_marcel_22222.jpg

Paranapiacaba é uma vila histórica inglesa que pertence ao município de Santo André. Como ela surgiu? No final do século XIX, a região foi ocupada pelos ingleses para a construção da estrada de ferro Santos-Jundiaí. Suas ruas estreitas de paralelepípedos, o estilo vitoriano, as construções em madeira e algumas paredes coloridas encantam. A vila é bem conhecida por sua neblina que invade de repente e deixa todo mundo de boca aberta - é um ótimo lugar para os amantes de fotografia. O clima é bem londrino. Conta com várias atrações, como museus, caminhadas para observar a bela arquitetura local, bares, restaurantes e trilhas para caminhadas pela Mata Atlântica, entre outras opções.

Cidade da Criança
cidade criança2222.jpg

Primeiro Parque Temático do Brasil, a Cidade da Criança, localizada em São Bernardo do Campo, além do contato com a Natureza, oferece 35 opções de entretenimento para toda a família, incluindo brinquedos tradicionais, como Xícara Maluca, Twister, Roda-Gigante Teleférico, Montanha Russa, Carrossel, Planetário, Trem Fantasma e Vila Amazônia, entre outros. Uma das principais atrações é o submarino – a embarcação navega submersa em uma piscina com quase 3 milhões de litros de água.

Parque Aquático Wet'n Wild
wet222.jpg

Um dos maiores parques aquáticos temáticos do Brasil, o Wet´n Wild foi inaugurado em 1998 às margens da Rodovia dos Bandeirantes. Está localizado a apenas 30 minutos de São Paulo. O espaço exibe área total de 160 mil m², com capacidade para receber 12 mil pessoas por dia, além de contar com 7 milhões de litros de água tratada e reciclada e 25 atrações para todas as idades, em uma belíssima área com lago natural e mata nativa. Entre as atrações, o público pode se divertir em atrações moderadas, como o Fun Lake (lago com pedalinhos e caiaques), ou mais radicais, como o R4LLY, uma nova atração que consiste em um tobogã de quatro pistas, com 100 metros de extensão e uma altura equivalente a um prédio de seis de andares. Os visitantes descem de cabeça para frente e barriga para baixo, com o apoio de um tapete aquático.

Embu das Artes
embu222.jpg

Embu das Artes, distante poucos quilômetros da capital, é uma cidade muito agradável e turística. O município ganhou fama, principalmente, graças à força e qualidade do seu artesanato local, mas atualmente oferece uma infinidade de atrações, como ótimos bares e restaurantes, museus e a arquitetura preservada de suas construções. A arte está no DNA da cidade. Sua tradicional Feira de Artes e Artesanato foi criada em 1969. No decorrer dos anos, a feira foi crescendo e ocupando todas as ruas do Centro Histórico. Além disso, paralelamente, foram surgindo diversas lojas de artesanato, galerias de arte, antiquários e lojas de móveis rústicos artesanais. Com a chegada de inúmeros artistas ao município, a partir de 1920, Embu consolidou sua posição de destaque no cenário artístico nacional. Hoje, a cidade abriga dezenas de ateliês, nos quais pintores, escultores, forjadores, entalhadores e ouriveres produzem obras que encantam os turistas que visitam a cidade toda semana. E Embu tem outras atrações, como seus bons restaurantes. Há tradições gastronômicas locais que remontam há mais de 40 anos, como os pratos com carnes, criados por Jordão de Magalhães no Restaurante Patacão e o Leitão à Pururuca, invenção do pessoal da Cabana do Embu. Entre as atrações de cultura e lazer, destaque para o Centro Cultural Embu das Artes, o Memorial Sakai de Embu e o Parque do Lago Francisco Rizzo (com um belo lago).